segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

[Primer] RW Aggro - Spartan Monks (atualizado² 14/01)

Eu sinto o tempo que fiquei longe daqui, mas foi por uma boa razão... ME FORMEI EEEE UHUL \O/

Agora to mais tranquilo, vou voltar a escrever os artigos aqui principalmente sobre standard, mas vou escrever uns artigos sobre o legacy, já que to ajudando um amigo a se preparar pra um campeonato legacy.

Hoje o artigo é sobre o deck mais legal do standard pra mim agora, não é o melhor, mas bate nos melhores.

Tudo começa lá atrás, na semana 1 quando montei o RabbleRed versão Khans. Logo percebemos o poder de prowess e do Seeker of the Way. Só que o splash pra branco indicava algumas coisas:
- Vamos jogar com Chained to the rocks
- A base de mana é estável o suficiente

Os resultados recentes diziam que:

 UW Heroic é um deck forte
Treasure Cruise é muito bom
Jeskai Ascendancy é a carta mais quebrada carta do standard.

Conclui-se que:
Precisamos adicionar azul pra Jeskai Ascendancy e Jeskai Charm e usar o poder de Heróico + Prowess.

Assim surge o Jeskai Heroic Combo e depois o Jeskai Tokens.

Por mais que eu goste de fazer coisas degeneradas, eu gosto quando não dependo delas pra ganhar o jogo. A coisa que mais me incomoda num deck é quando o deck só tem 1 win condition.

Os melhores decks do formato atualmente são os decks verdes midrange. São decks que jogam fair magic e impedem os outros decks de fazer o jogo deles com Hero's Downfalls, Thoughtseizes e Murderous Cut. A gente vê no Legacy, os fair decks que impedem os combos de florescer, só tem uma receita pra bater neles: outfair them. Se seu oponente tá jogando justo, vamo jogar mais justo ainda, reduzir o jogo ao aspecto mais simples possível, tornando metade do deck deles inútil contra você.

Removi o azul do deck completamente, peguei a base do Jeskai Heroic Combo e dei uma tunada em direção ao meu novo deck favorito:

Criaturas (18)
4 Akroan Crusader
4 Monastery Swiftspear
4 Seeker of the Way
3 Akroan Hoplite
2 Anax and Cymede
1 Prophetic Flamespeaker

Mágicas (24)
4 Gods Willing
4 Ajani's Presence
1 Godsend
2 Hordeling Outburst
4 Titan's Strenght
1 Chained to the Rocks
1 Ride Down
1 Dragon Mantle
3 Lightning Strike
1 Trumpet Blast
2 Coordinated Assault

Lands (18)
3 Temple of Triumph
2 Battlefield Forge
5 Montanha
1 Mana Confluence
4 Wind-Scarred Crag
3 Planície

Sideboard
3 Searing Blood
2 Chained to the rocks
1 Glare of Heresy
2 Feat of Resistance
3 Erase
2 Dragon Mantle
1 Harness by Force

Vejam que a lista tá incompleta, principalmente na parte dos terrenos. Mesmo com 7 taplands e 3x mais planícies do que o que eu gostaria, fiz 3-1 no Friday com esse deck. Não foi fácil não, o deck teve que passar por cima de muitas Hornet Queens e Siege Rhinos e Whips pra ficar 3-1, mas provou seu devido valor. Algumas cartas se provaram realmente inúteis: Dragon Mantle, Trumpet Blast e Lightning Strike foram absolutamente inúteis a maior parte do tempo que tive eles na mão porque raramente elas funcionavam tanto no ataque quanto na defesa, é melhor gastar minhas proteções tentando salvar meus bichos que qualquer outra coisa. Eu raramente preciso remover blockers, porque minhas criaturas geralmente ganham no combate de qualquer jeito e quando eu preciso é porque o bicho é grande demais e lightning strike não resolve. 
Ganhei de um Abzan whip, um Abzan Midrange e um Sultai Whip. Em um jogo meus bichos com prowess sobreviveram a dois Drown in Sorrows seguidos, que foram o prego no caixão. Foram dois timewalks em que ele não fez nada além de jogar Drown in Sorrow, depois de perder uma Cariátide e uma Courser. Meus bichos sobreviveram graças ao prowess. Quando eu finalmente matei ele, eu não ia matá-lo, mas ele tentou bloquear um bicho e matar o outro com Hero's Downfall. Usei God's Willing e ele tentou Murderous Cut em resposta. Eu tinha um Feat of Resistance na mão e isso + os triggers de prowess foram suficientes pra levar ele a 0.
Único jogo que perdi foi contra Jeskai Tokens. Game 1 ele tava no Play e penou pra matar 2 monastery swiftspear que ficavam comendo as tokens dele todo turno, no final ele levou com Stoke + Jeskai Ascendancy. Game 2 eu fui pra cima e o jogo acabou durando um pouco mais longo porque ele tinha um Seeker e eu não queria atacar pra que ele não ganhasse life, acabei achando Lightning Strike no topo e ganhei. Game 3 eu consegui segurar meu Akroan Crusader na mesa e protegê-lo por tempo suficiente pra juntar um belo exército de Tokens e colocar ele a 6 de life. Eu fui ganancioso e joguei toda minha mão na mesa. Ele achou o único Anger of the Gods que veio do side, limpou minha mesa e me trucidou com dois Rabblemasters + Stoke na volta.
Eu percebi que Dragon Mantle é muito ruim pro que o deck tá tentando fazer. Tudo que queria era ter mais uma criatura com prowess e ímpeto. Eu só quero proteger meus bichos e ameaçar causar muito dano a cada ataque. Assim, o deck consegue quase escolher os blockers, forçando o seu oponente a bloquear a criatura que você quer e induzindo ele ao erro. Pós sideboard eu conseguia deixar o deck uma máquina mais afiada e direcionada a fazer exatamente o que eu preciso. Contra um Abzan, perdi o primeiro jogo e acabei ganhando os dois pós side por causa de Erase + Harness by Force.
Acho que preciso de 4 Anax and Cymede e pelo menos mais 1 Prophetic Flamespeaker. São eles que me dão a capacidade de ir longo e enfrentar qualquer deck de frente durante o jogo todo. Harness by Force vai pro maindeck, talvez até 2. Os turnos de Harness by Force são aqueles em que o cara vai de 16 a 6 de life ou que força ele a perder uma criatura bloqueando a própria criatura dele.

No papel, parece um deck fraco, mas quando você vê o deck atropelando Courser, Cariátide, Rhino, Hornet Queen, um atrás do outro, sem dar tempo pro oponente respirar, você se assusta com o deck. Eu me assusto com as coisas que o deck consegue fazer, com o range que o deck consegue alcançar. As cartas que dão proteção pras criaturas fazem um tremendo trabalho de forçar a mão do seu oponente. Se esperar pra usar as removals durante o combate, ele provavelmente vai perder tanto a removal quanto o bicho que vai usar pra bloquear, usando fora do combate ele consegue reduzir o dano que eu vou causar, mas o custo de tempo/mana faz com que ele se veja obrigado a usar ou uma coisa ou outra. Murderous Cut e Thoughtseize são ótimas cartas contra meu deck, porque permitem o cara gastar uma carta da minha mão e ainda forçar a mesa.

Anax and Cymede é a melhor carta contra tokens e não liga se elas tem deathtouch. Ele faz duplo trabalho como melhor criatura do deck e como uma versão mais justa de Jeskai Ascendancy. A vantagem é que Anax e Cymede dá trample, o que é muito relevante no turno que você "comba" e mata o cara. É uma ótima briga contra Hornet Queen porque se o cara não colocar as 4 tokens na frente de Anax and Cymede, ela não morre. E mesmo que ele coloque as 4, só precisa de uma mágica pra matar as 4 tokens de graça. E se ele colocar de 1 em 1, o trample vai fazer seu trabalho.

Prophetic Flamespeaker é um absurdo de forte com pump spells. Equipar Godsend nele é quase um crime contra o combate. A godsend exila a primeira criatura que blocar, sem dar alvo, e se não tiver outra criatura bloqueando todo o dano passa direto no oponente por causa do Trample. O cara coloca duas criaturas, na pior das hipóteses o Flamespeaker mata uma, exila a outra e morre. A parte de card advantage é outra coisa que ajuda demais também.

Godsend, apesar de ninguém jogar, é uma carta muito forte. Qualquer bicho do deck fica um assassino com ela, é, no mínimo, 4 de dano todo turno que o cara não pode bloquear muito bem. Se botar num bicho com vigilância, cabou, ele também não pode atacar pelo chão mais. Ela torna o combate extremamente injusto.

Uma coisa que percebi é a fraqueza do deck em relação a Fliers. Acho que Hushwing Griff seria uma ótima adição ao que o deck tá tentando fazer um ótimo side contra muita coisa do formato e um chump blocker no ar quando precisar.

O deck é feito pra montar em cima dos midranges do formato. Eu como sei jogar contra o deck, não consigo mais ganhar do meu Sidisi Whip, mas é mais uma questão de tempo, a base de mana me fode muito, preciso fechar os lands corretos o mais rápido possível. Jogando com Proxies das mana confluence e battlefield forges, o match volta a ser favorável pro RW aggro, o deck é simplesmente rápido demais pra qualquer coisa. Os Erases pós-side acabam com a melhor coisa que o Whip pode fazer. Lightning Strikes pra lidar com as Sidisi e pronto, receita da vitória. Temur não tem a menor chance de bater o deck como está agora, nem com as proxies. Jeskai Aggro também tem um péssimo match, a única coisa que pode fazer é tentar correr contra e ganhar life sempre que possível, mesmo assim, quando os Mantis Riders começam a ter que bloquear o jogo fica extremamente difícil pro Jeskai.
Palavras de um amigo que joga de Jeskai aggro depois de perder a primeira partida: "é impossível ganhar desse deck sem sideboard". Ele começou o game 2, eu num mulligan pra 6, depois de dois Anger of The Gods, consegui salvar alguns bichos e matei ele.

Eu montei o deck de zuera, pra ter outro deck pra testar meu Temur. O Temur simplesmente não conseguia ganhar. Não importava, no play, no draw, se o RW zicava lands, se comprava só taplands, não importava, o deck simplesmente ganhava do Temur com extrema facilidade.
Testei um dia contra um UB control, fiz 4-1 e a única que perdi era uma mão muito lenta, pra mulligar, que decidi arriscar. Mesmo com 4 Bile Blight, ele nunca conseguiu estabilizar contra minhas proteções. Duas vezes bati um Pearl Lake Ancient no combate, forçando ele a devolver pra mão e perder 3 turnos de lands e eu ganhei no turno seguinte, as duas vezes, porque ele não tinha mana pra removal + counter.

To ainda tentando entender exatamente o que fazer nesse deck porque as coisas normais de um deck aggro às vezes não funcionam aqui. Se fate reforged não trouxer nada de Vermelho que impeça o oponente de ganhar life, vou aposentar o Temur e jogar só de RW aggro, que mesmo perdendo é super divertido.

[continuação]

Continuando os testes com o deck, tenho um Temur e um Sidisi Whip que são minha base de testes. Tenho jogado contra outros decks todo final de semana e já testei bastante contra todo o metagame, acabei chegando numa versão mais robusta do deck.

A lista está assim:

Criaturas (21)
4 Akroan Crusader
4 Monastery Swiftspear
4 Seeker of the Way
3 Akroan Hoplite
2 Anax and Cymede
4 Goblin Rabblemaster

Mágicas (21)
4 Gods Willing
4 Ajani's Presence
4 Titan's Strenght
3 Chained to the Rocks
1 Ride Down
3 Lightning Strike
2 Coordinated Assault

Lands (18)
3 Temple of Triumph
2 Battlefield Forge
5 Montanha
1 Mana Confluence
4 Wind-Scarred Crag
3 Planície

Sideboard


2 Glare of Heresy
1 Feat of Resistance
3 Erase
1 Godsend
3 Hordeling Outburst
1 Harness by Force
1 Scouring Sands
3 Suspension Field

O Rabblemaster é muito mais consistente que Hordeling Outburst e Prophetic Flamespeaker. Quando vc comprar Rabblemaster, Rabblemaster, Rabblemaster você quase sempre ganha o jogo e Hordeling Outburst sofre muito contra decks de Doomwake Giant. O Flamespeaker é realmente bom, mas ele foge um pouco da sinergia do deck e depende muito dos pumps, que são poucos. Lightning Strike ainda é ruim, mas é uma concessão a Sidisi, Seeker of the way, Rabblemaster e afins.

Testei diversas variações do deck e essa é a mais consistente que consegui chegar contra o metagame atual. Testei Stoke the flames, muito lento, não quero virar meus bichos pra gerar mana, quero virar eles pra atacar. Testei magma jet, o scry é melhor que o 2 de dano e, de novo, muito lento. Se tivesse raio eu jogaria raio, como não tem sou forçado a usar lightning strike que já acho ruim. O grande lance do deck é jogar um monte de mágicas no mesmo turno e passar muito dano. Por isso tudo que puder custar 1 mana é bem vindo.
Ride down entra bem no lugar do quarto chained to the rocks pq tem horas que Rider Down é o melhor removal. Quando Rabblemaster ou Akroan Crusader tiverem com 4 ou mais de poder, Ride Down é o melhor removal. Mas não dá pra usar 4, não é versátil como Lightning Strike pra custar 2 manas e depende muito da boa vontade dos blockers. O melhor jeito de bater meu deck é não bloqueando nunca, pq assim eu não tenho razão pra usar as proteções, causo pouco dano e fico cheio de cartas paradas na minha mão fazendo nada.

Mesmo sem ter a base de mana completa ainda é 60-40% contra os midranges verdes. Geralmente o deck é rápido demais pra ser batido, até contra os aggros. Jeskais aggros, tokens, demoram até o turno 3 pra começar a jogar. No turno 3 já dá pra causar 14 de dano com esse deck. Ele tem combo finish como o jeskai tokens (que muitas vezes é até melhor pq dá trample e vc não precisa gastar burn pra remover blockers, vc só conta a resistência dos blockers e ataca), pode ser tão rápido quanto monored, mas ele vai acima da curva de todos os decks aggro com Anax e Cymede + pump spell. Anax e Cymede é absurdamente forte, você bate todo turno enquanto segura praticamente qualquer bicho no chão, qualquer pump vc ganha o combate.
Testei Monastery Mentor, gostei, mas nem tanto. Achei um pouco lento, mas o power level dele é muito muito absurdo. Ele consegue jogar bem tanto indo wide quanto indo big, se protege bem e é uma máquina de gerar fichas. Quanto mais tempo ele passa na mesa, menos chances seu oponente tem de ganhar o jogo. Cada removal "anulado" pelas proteções vc ganha uma criatura, é muito cheat, é um bicho de outro power level, não é T2 isso não.

Esse é o deck de combat tricks, esse é o deck que vai ganhar a maioria das interações entre criaturas, mesmo com bichos com poder 1 2 e 3, o deck atropela os inimigos sem piedade e, por causa das proteções, é muito fácil matar o bicho do seu oponente sem perder sua criatura.

Sideboard funciona mais ou menos assim: Existem os matches que vc precisa ir wide e os matches que vc precisa ir big. Contra Temur, Jeskai, Mardu, contra decks que não tem remoção em massa, vc quer fazer um monte de fichas. Saem os Akroan Hoplites em favor das Hordeling Outbursts.
Decks que tem muitos encantamentos, como GB constellation ou Whip decks que se baseiam fortemente em courser, whip e Doomwake, entram os 3 erases. Contra decks que não tem bichos grandes, vc pode tirar os chained to the rocks pq eles só são bons contra criaturas de poder alto. Contra Abzan entram suspension fields no lugar de lightning strikes (que fazem pouco ou nada no match). Os suspension fields pegam 99% das criaturas do abzan que são importantes e todo removal é bom porque eles estão presos em 1 mágica por turno por uns 5 turnos e remover os blockers da frente é o melhor jeito de ganhar esse match. Sem blockers os planeswalkers ficam bem piores.
Contra outros aggro não precisa de muita coisa. Se for heróico ou jeskai tokens traga os erases, eles ficam bem mais fracos sem os encantamentos. Contra tokens scouring sands pode ser o caminho pra vitória, mas nem sempre é bom. Esse é um match que quanto mais vc forçar a mão deles no seu próprio turno, melhor, use sempre removal no seu turno pra evitar bombar as criaturas atacantes deles.
Contra decks de controle e midranges que querem buscar o jogo longo, traga Godsend. Qualquer criatura que colar na mesa junto com Godsend vira um assassino.
Contra qualquer deck de bichão use Harness By Force.
Glare of Heresy só tá aqui por duas razões: Rhinos e Elspeths. Ocasionalmente vc pega um Ajani tb.

O deck pode ser muito rápido, mas essa é a receita pro fracasso. Não gaste seus pumps e proteções só pra causar mais dano, vc tem que tentar tirar o maior valor deles. Às vezes vc dá um titan's strengh no turno 2 só pra dar scry 1 e ajudar a curvar direitinho, ou pra matar uma cariátide se seu oponente for burro o suficiente pra bloquear. Muitas vezes o deck vai zicar mana, não se preocupe, você opera com 2 manas tranquilamente e a quantidade de scrys vai te levar ao terceiro land. Se tiver 2 cards de scry na mão + dois 1 drop eu kipo uma mão de 1 terreno sem problemas. O deck mulliga razoavelmente bem, vc precisa de uma critical mass de criatura e mágicas pra ganhar, mas tudo custa muito pouco e vc consegue roubar jogos com combo kill, então o mundo não está perdido.

Num formato dominado por decks que às vezes não fazem nada até o turno 4, esse deck brilha demais. Acredito que o deck tá muito bem posicionado no metagame atual e é uma força legítima. Se você montar pode ter certeza que vai pegar premiação em todo friday que jogar. Qualquer um que desdenha do deck merece ser atropelado por ele.

[continuando 2]

Meu sideboard agora está assim:

1 Glare of Heresy
3 Magma Spray
3 Erase
3 Suspension Field
1 Harness by Force
1 Scouring Sands
1 Feat of Resistance
2 Hordeling Outburst

Maindeck inalterado.

Joguei 2 FNM hoje. No primeiro fiquei em segundo lugar, 4-1, empatado com todo mundo top 4. Eu fiz 4-0 fiquei mangando no último jogo, achei que já tava ganho pra mim, que eu ia ficar em primeiro de qualquer jeito e acabei jogando desatento e perdi o último jogo pra um Temur que me pegou de surpresa com Anger of the Gods de maindeck. No segundo jogo fui pressionado e tive que baixar todos os bichos e tomei outro Anger, que acabou com meu jogo.

Round 1
Game 1 peguei um monoblack aggro. É um match bem tranquilo, grande parte dos bichos dele não consegue bloquear, segurei os removals pra tirar os poucos blockers só na hora de matar e acabei ganhando sem problemas game 1.
Game 2 enfiei scouring sands, magma sprays pra matar bloodsoaked champions, deixei os chained to the rocks com medo de Herald of Torment e Master of the Feast e ainda trouxe erases pra eles. Erase é ótimo nesse match porque incidentalmente muitos bichos do monoblack são encantamentos. Num turno dei  Scouring Sands pra limpar a mesa dele e deixá-lo só com um Herald que completei e matei com Magma Spray. Seeker of the way me manteve com life longe do alcance dele o tempo todo. Ele fez whip, mais bichinhos e Mogis Marauder pra tentar recuperar life e não morrer, mas eu achei Anax & Cymede e combei pra cima dele e ele não pode fazer muita coisa.

Round 2 - Abzan Aggro
Game 1 eu joguei como se estivesse numa corrida. Fiz meus bichos, batia, ele fez Leão no turno 2 e batia de volta, daí fez Rhino no 4, Sorin no 5, matei o Sorin dele no contra ataque, ganhei alguns lifes com Seeker que me mantiveram em pé de igualdade na corrida, chained to the rocks no Rhino, strike no leão, bati um bocado com prowess, ele voltou com Anafenza e Rakshasa Deathdealer, eu continuei batendo e pressionando minha vantagem até ganhar. "Anulei" o único removal que ele achou com uma gods willing e o tanto de life que ganhei com o Seeker me deixou muito na frente.
Game 2 mulliguei, kipei uma mão com uma única criatura e um monte de proteções, acabei não achando outro bicho o jogo todo e morri miseravelmente
Game 3 Swiftspear e Seeker turnos 1 e 2, fiquei controlando o ritmo das porradas, protegendo meus bichos, tirando blockers da frente com Suspension Fields que vieram na hora certa pra tirar Anafeza e Rhino. Baixei Rabblemaster, mas ele conseguiu matar meus bichos e dar uma estabilizada me deixando só com duas tokens de goblin. Baixei Godsend e vi na cara dele que ele ficou bolado pq sideou errado. Achei Anax e Cymede, equipei a Godsend e daí pra frente o jogo ficou muito a meu favor. Encarando Rhino, Rakshasa, Leão, Heir of the Wilds ele não conseguia atacar nem bloquear direito. Juntei umas proteções na mão e comecei a atacar com as tokens tb. Ele foi forçado a fazer blocks ruins e eu consegui levar Leão e Heir of the Wilds com um Gods Willing + Coordinated assault. Ele não achou nada, só passou, eu bati de novo com todo mundo, ele pensou em dar double block no Anax e Cymede, mas percebeu que seria terrível. Ele ia perder um bicho de graça pra godsend e depois outro bicho de graça só pros 6 de poder com iniciativa da Anax e Cymede. Bloqueou as duas tokens, usei Ajanis presence com strike pra manter uma ficha viva e passar 8 de dano com Anax e Cymede, deixando ele a 1 de life. Ele não conseguiu achar nada e morreu.

Round 3 - UW Heroic
Game 1 Ele não quis jogar os bichos de graça pra removal, esperou uns turnos pra conseguir fazer bicho + proteção. Isso me deu tempo de montar uma mesa, fiz mais bichos que ele, ficava passando dano todo turno. Ele fez Heliods Pilgrim e pegou um Ordeal of Heliod, achando que ia adiantar. Eu não ligo muito pro life dele porque no final eu sempre vou ter muito mais bichos e dominar as iniciativas de ataque. Forcei ele a bloquear, ele escolheu bloquear uma token com o Battlewise Hoplite. Dei Titan's strenght na ficha, ele deu gods willing pra vermelho. Minha ficha morreu, usei Chained to the rocks depois e ele ficou sem bicho pra colocar a Ordeal. Encarando um Rabblemaster e uma monastery swiftspear ele teve que ciclar duas Defiant Strikes dando alvo no meu bicho pra tentar achar uma criatura. Ele achou um Favored Hoplite, encantou com Ordeal. Bati, ele bloqueou o Rabblemaster, Usei Ajani's presence, matei o bicho dele e ele concedeu.
Game 2 assumi o papel de controle, trouxe todos os removals possíveis + erases pra matar os encantamentos. Aproveitando as horas certas pra matar os bichos com heróico, forcei ele a jogar Ordeal of Thassa num Heliod's Pilgrim. Usei Erase no encantamento antes que ele estourasse, passei muito dano com Seeker + Monastery, baixei Rabblemaster e de novo ele se viu obrigado a conceder, porque não tinha nada que ele pudesse fazer mais.

Round 4 - Monored
Game 1 Os dois decks brincando de quem corre mais rápido. Os dois com zica de mana, eu acabei comprando o segundo terreno primeiro e meu Akroan Hoplite + Monastery Swiftspear do meu lado me garantiam vantagem na corrida, segurei eles na mesa com minhas proteções, achei a segunda Swiftspear  e a terceira land quando ele achou a segunda. Ambos sofrendo por mana, quem tivesse comprado mana primeiro ganhava o jogo. Matei os bichos dele pra manter ele incapaz de jogar Stoke the Flames e no final acabei ganhando por ter achado mais lands primeiro.
Game 2 Decidi virar o deck de controle. Trouxe os Magma Sprays, Scouring Sands e Hordeling Outburst. Fui jogando como controle, matando bichos, bloqueando, usando meu life como recurso. Ele fez um Akroan Crusader com Dragon Mantle e Hammerhand que me causou muito dano mas eu acabei batendo ele com Coordinated Assault e depois limpei a mesa com Scouring Sands. O Seeker caiu na mesa quando eu tinha 4 de life, esquivei um top deck dele, voltei batendo 8 e ganhando 8 de life, ele comprou Lightning Strike, mas eu tinha 2 Gods willing ainda e ele concedeu, o Seeker levou pra casa sozinho.

Round 5 - Temur Midrange
Game 1 Fui afobado, joguei tudo que eu tinha muito rápido, levei um Anger no pé da oreia e não achei criaturas pra me recuperar a tempo.
Game 2 teve mais jogo, eu tava preparado pro Anger, tomei um, salvei meu Seeker, mas depois ele botou pressão demais e eu não consegui achar outra criatura e morri pra Dragão + Knuckleblade
Eu achei que já tinha ganho o Friday porque a mesa do lado estavam o Monored e o UW heroico e meu desempate era melhor que o deles, acabou que fiquei em segundo atrás do Monored. To feliz.

No segundo Friday foi foda, peguei um Monoblue que me comeu com farinha e depois um Mardu Aggro com apenas 8 removals que me atropelou game 1 na zica de lands, ganhei game 2 e no game 3 fui atropelado por Crackling Doom + Rabblemaster.

A fraqueza do deck foi descoberta: Master of Waves e decks que não fazem coisas que se espera deles. Pra jogar bem com esse deck é preciso saber o que seu oponente pode fazer e quando vc é pego de surpresa basta UMA jogada errada, um turno de atraso pra que todo o jogo vá pro saco. No mais acho o deck legítimo, realmente bem posicionado no metagame. Bate em todos os decks aggro menos em Mardu (é um match de quem ganha no dado ganha o jogo, eu realmente fico muito atrás se não começar), bate em todos os decks verdes (Temur Aggro e Abzan Aggro conseguem correr contra mim às vezes, Sidisi Whip tem mãos que é impossível ganhar) mas é miseravelmente ruim contra Master of Waves. Graças a deus ninguém tem jogado com ele.

[continuando]

Consegui fechar o Set de Anax e Cymede, tirei os Akroan Crusaders do deck porque muitas vezes eu preferia nem baixar eles do que tê-los na mesa, substituirei pelo Shock de Fate Reforged, acho que vai ficar melhor.

Lista mais atualizada:

Criaturas (18)
4 Monastery Swiftspear
4 Seeker of the Way
3 Akroan Hoplite
3 Anax and Cymede
4 Goblin Rabblemaster

Mágicas (21)
4 Gods Willing
4 Ajani's Presence
4 Titan's Strenght
3 Chained to the Rocks
2 Ride Down
3 Lightning Strike
2 Coordinated Assault

1 Godsend

Lands (19)
3 Temple of Triumph
2 Battlefield Forge
6 Montanha
1 Mana Confluence
4 Wind-Scarred Crag (ainda tenho que substituir por battlefield forges e pelo menos mais 1 mana confluence)
3 Planície